jul 31

Naufrágio

Toda a minha fé
escorreu pela minha saudade

ainda hoje porém mais tarde
chorarei  mais uma vez

e me lembrarei de como éramos felizes
de quando as horas nos trouxeram dor
e não soubemos nos amenizar
nem cuidar de nosso amor

Não fizemos as curas para nossas feridas
exibíamos elas todas como amargos troféus da vida

assim as horas mais felizes
foram-se como infiéis meretrizes
que a moeda não pagou

ficaram outras horas mortas
horas órfãs
que o tempo não parou

Hoje só me resta o tempo
que eu ainda não te dei
ele, o tempo, vai-me lento
como um velho vento
em que me naufraguei. 

jul 27

Teimosia

De cada verso que eu faça soar,
de cada decassílabo que eu faça ouvir
de cada pranto que eu possa chorar
e de cada saudade que eu possa sentir.

Faremos o amor maior que houver
e se você ainda quiser
seremos mais
em cada abraço dado
em cada sonho sonhado
em cada manhã que vier.

Em cada olhar que trocarmos
em cada carícia sentida
em cada esperança que alentarmos
em cada manhã de nossa vida

E a cada sol que se pôr
ressuscitará em cada novo dia
caso haja o ocaso do nosso amor
numa estranha e eterna teimosia.  

abr 29

Tempo

Nossas marcas denunciam
o que nunca revelamos
nesses poucos anos
que o tempo nos privou

Cada qual é capaz
de esconder e de mostrar
a marca mais profana
que teimamos em ocultar

Cada marca nos desnuda
como as velas num bolo de aniversário
cada chama que se apaga
é tempo que não retorna

jan 16

KD vc?

fumacaII

O teu hálito nocivo
o absinto que teimo beber
teu peito corrompido desistiu de ser
apenas você

Sucumbi das minhas masmorras
e que eu simplesmente morra
voltei para você e você se foi
você se foi estou só

Os filhos que eu não te dei
aqui estão
do berço chamado solidão

Hei onde você está?
morro todos os dia querendo te encontrar…

Deixei o paraíso
da descomplicação
e voltei mesmo ferido
ao ventre do teu coração

Hei onde você foi?
quero a tua antiga alegria
com toda aquela magia
que só você sabe fazer…

dez 25

O meu amor…

IMG_8545

O meu amor mais verdadeiro
que me desmanchou por inteiro
o amor que eu nunca quis
e mesmo assim se fez
numa tarde qualquer
de um tempo assim
tão perto e tão distante de mim

O meu amor mais verdadeiro
o amor que me faz inteiro
o amor que eu nunca pensei
o amor que assim mesmo se fez

Um amor sem qualquer explicação
amor de hoje, de sempre, amor de solidão…

Amor que não tem tamanho
que eu nuca experimentei
amor de alma, amor de calma
amor de imensidão

Amor assim tão infinito
amor que de tão bonito
não cabe em mim
transborda, transforma, reforma, retorna…
totalmente sem fim

amor como eu nunca pude explicar.

 

dez 25

Grito

129980880102

Meu grito é o mais surdo
e teu ouvido o mais mudo
que pudera ocorrer

Berro o verbo inaudito
do amor mais proscrito
que me pudera acontecer

Já não sou o eu…
o que abrigo em meu peito
sou apenas o mal refeito
da ausência do teu ser

Tudo se passou

dez 25

?

by Herb Ritts

by Herb Ritts

O último cigarro acesso
o último sarro
o último escarro

caio em mim sem nada de você
tudo me faz adoecer
tudo me faz enfado
tudo nefasto
tudo ensudercedor
tudo desamor

Me volto ao que me fez sempre assim
você em você
eu não em mim

E você nem mais sabe de mim

dez 25

já não

Ainda ontem ouvia teu sorriso em meus ouvidos
hoje é só saudade
mais uma ano sem você

Ljholloway Photography

Todos me dizem que é só solidão
eu acho que é mais
muito mais…

Algo que não posso suportar
algo mais pesado que o ar
algo mais acintoso
totalmente perigoso…

Algo chamado solidão
muito pesado
muito pesado

Já não consigo encontrar os versos

 



						
						
						
		

maio 27

Família

IMG_8575

Diadema, 21 de maio de 2017

Devo escrever logo

Antes que ela desperte

 

E quando ela desperta…ahaaa

A minha vida que era quieta

Vira de cabeça pro ar

 

Mas vamos logo escrever

Que o encontro logo vai começar

Antes que eu comece a esquecer

Os versos que vieram me despertar

 

O tema desta minha poesia

Não poderia ser de outra maneira

Senão falar com alegria

Como se fosse a minha vez primeira

 

O tema é família

E você pode até achar banal

Mas amigo o tema família

É sensacional

 

Antigamente família era bem assim:

Um pai e uma mãe

E um bando de filhos sem fim

 

O pai o provedor

A mãe a do lar

O trabalho do pai: lavrador

O trabalho da mãe: educar… lavar, passar, cozinhar, costurar, faxinar, arrumar, limpar, esfregar, … Calar.

 

Mas o tempo foi passando

E a vida melhorando

As cidades crescendo

E as famílias se transformando

 

Elas hoje aqui vão se parecendo cada vez mais

Com outras famílias, as espirituais

 

Hoje as famílias são de todas as cores

De todas as etnias de todos os sabores

 

Tem casais héteros chamados normais

Mas que normalidade é essa

eivada de conceitos medievais?

 

 

 

O que interessa é o amor e o respeito

e o afeto que se carrega no peito

 

Tem casais homo afetivos

Nossa que nome mais original!

que traduz direitinho

O que é o principal

 

Que família também pode assim ser

Que o sexo é do corpo material

Instrumento do nosso crescer

Da nossa vida imortal

 

Que família é união

De espíritos que se querem, amém!

Que moram na mesma edificação

Que é a prática do bem

 

Que a família se estabelece

Pelos laços da afetividade

Em que também ajuda

A tal consanguinidade

 

Tem família sem pai

Tem família sem mãe

Tem família só de vô e de vó

Só não tem família de um só

 

Moram juntos na mesma casa?

Tem carinho e tem respeito?

É meus amigos aí se instala

Um lar muito bem feito

 

Tem filho que é biológico

Tem os filhos de adoção

Meu útero amigos, é lógico

Fica dentro do coração

 

A minha família ficou maior

Mais bonita e bem melhor

 

Tem Fernanda que vai ser mãe

Me deixando assim avô

Minha filha Elis semana passada

com palestino se casou

 

Wal, temos nosso filho Ulisses

Das narrativas da Odisseia

Meu bebê ainda tu dizes

Não tiras isso da ideia

 

 

Mas família minha gente

Vai muito evoluir

Não é a do passado nem a do presente

É a que para sempre vai existir

 

Família é oficina

De Deus nosso senhor

Onde tudo se combina

Quando se emprega o amor

 

Família segundo Emmanuel conta

No livro Pensamento e Vida

Lugar onde a relação se remonta

Na convivência revivida

 

É centro de reflexos do ser

Onde reencontramos algemas e dores

Do resgate e do padecer

De nossas vidas anteriores

 

Temos ali também os laços de elevação

De amor e de alegria que conseguimos tecer

Os espíritos que virão

Para um novo amanhecer

 

Família meus amigos

Cada uma é sem igual

Família é a humanidade na Terra

Família é espiritual

 

e Deus ano passado

nos deu um maravilhoso presente

mais dois filhos adorados

que encontraram a gente

 

e assim minha família cresceu

em alegria que sempre emana

é Deus que nos concedeu

O Guilherme e a Giovana.

abr 05

Sonhos da Palestina

menino-palestina

Durmo entre as pedras derrubadas

Cada pedaço de terra

Uma nação abortada

 

Uma menina que foge das bombas

Na guerra de seu desterro

Corre corre e tomba

Na poça do seu desespero

 

Em meu sonho uma terra nossa

Sonhos jamais me faltarão

E a quem interessar possa

Meu sonho é libertação.

 

Sonho um sonho antigo

Sonho assim sonho acordado

O sonho que trago comigo

É o de um mundo mais amado

 

Nas noites mal dormidas

Em que o sonho assim me vem

As imagens da minha vida

Que essa vida já não tem

Sonho com cada pedaço de chão

Da escola onde estudei

Onde ouvia o alcorão

Na mesquita em que frequentei

 

Sonho com cada sorriso partido

De cada alegria que foi banida

De cada irmão caído

Na luta dessa nossa vida

 

Sonho com mulheres sofridas

Caminhando de pés no chão

E das famílias banidas

Com as chaves da casa nas mãos

 

Saíram da sua terra para sempre

Levando as chaves da porta

Gesto símbolo de minha gente

Contra a violência que nos foi imposta

 

Sonhei um dia ir para Europa

Canadá, Birmânia não importa,

Onde o palco seria meu chão

Meu espaço

Minha pátria

Minha profissão

As vezes durmo como criança

Cada sonho um desejo

Cada desejo uma esperança

 

Esperança que vence o medo

Esperança é o que importa

Da luta não me arrependo

Nem do pó das minhas botas

 

Uma menina que vai correndo

Não de medo não de terror

É a menina que vai nascendo

Na minha pátria chamada dor.

 

Meu sonho é realidade

Minha luta é minha sina

Minha bandeira é liberdade

minha terra é Palestina.

Posts mais antigos «