«

»

dez 26

Infinitas Vezes

Quantas vezes nos olhamos
e nada vimos,
quantas vezes nos falamos
e nada ouvimos.

Quantas vezes nos tocamos
e nada sentimos,
quantas vezes choramos
e quantas vezes não sorrimos.

Quantas vezes nos somamos
e quantas vezes nos dividimos.
E quantas vezes nos multiplicamos
e quantas vezes nos subtraímos.

Quantas vezes nos amamos
e quantas vezes nos traímos.
E quantas vezes nos odiamos
e quantas vezes nos ferimos.

E quantas vezes mais nos tocaremos
e quantas vezes mais nos amaremos,
quantas vezes mais nos dedicaremos,
quantas vezes mais um só seremos?

Infinitas vezes…

Deixe uma resposta