«

»

maio 27

No último por de sol

No último por do sol quero anoitecer

quero correr por entre flores de minhas dores, dormir e amanhecer…

no último por de sol quero acordar e te ver…

quero contigo caminhar

por entre abrigos de além mar

 e antes do último por de sol

no último arrebol

quero cantar contigo as canções que nunca fizemos.

No último por de sol quero olhar nos olhos teus,

quero ver dentro deles os meus,

pobres olhos se olhando nos teus

tão pobres quanto os olhos meus.

No último por de sol quero só anoitecer

do dia que se finda somente dele esquecer

e me atirar nos braços da noite

por mais que se pareça da saudade açoite

quero poder de novo sonhar…

e antes do último por de sol quero de novo,

 e talves ao adormecer,

pela última vez enfim anoitecer.

Deixe uma resposta