«

»

jun 27

Inverno

O inverno chegou trazendo frio,

nas ruas frias, frias pessoas,

sinto-me levado por este rio

qual fosse pequena canoa.

Vou ao sabor da corrente,

sem remos que me dê direção,

nada vejo em minha frente

que sossegue o coração.

O vento também frio,

soprando em mim,

deixa-me um vazio

de saudade sem fim.

Demoram-se folhas no calendário,

fico à espera do calor

que mude o frio do cenário,

fico à espera da flor,

da estação nova e da cor

e das amoras de meu quintal…

Espero o cântico novo

de um novo tempo de uma nova era

que traga a luz do sol e o Sol de primavera.

Deixe uma resposta