Arquivo por mês: setembro de 2011

set 14

Na luz

Na luz do teu olhar, na luz do teu sorriso, na luz do teu falar, eis tudo que preciso. Na luz da tua alma, na luz da tua calma, extenso e conciso, meu olhar se perde, nessa luz que diviso. Caminho em estrada perdida, qual cão vago e sem dono, em total e franco abandono, …

Continue lendo »

set 13

Quando o rabo abana o cachorro

imagem do oráculo google Vivemos numa civilização de contradições, comemos demais e depois andamos demais para queimar as calorias excedentes, lemos o e-mail e depois o imprimimos para ler melhor, compramos automóveis e ficamos horas todos os dia parados no trânsito por excesso de veículos. No caso da foto ao lado uma pérola comportamental, o …

Continue lendo »

set 10

A garota daquele sonho.

Passava na rua e parei, ela vinha em sentido contrário, de pé no meio da avenida,  me olhou e sorriu, e aquele sorriso era só luz. Foi algo estranho quando ela se aproximou de mim me abraçou e depositou um doce beijo em minha face por barbear, uma alegria incontida se fez naquele instante, um hausto …

Continue lendo »

set 09

Do meu jeito.

My Way (Elvis Live version) Do meu jeito de sentir do meu jeito de sonhar do meu jeito de pensar do meu jeito de chorar do meu jeito de aprender do meu jeito de me arrepender e do meu jeito de esquecer. Que me ajeito em eu falar, me ajeito em te amar me ajeito …

Continue lendo »

set 09

Amar…

Love Me Tender (Viva Elvis) Amar e perdoar amar e esquecer amar e reter o melhor de se amar, viver de amor e sonhar… O tempo faz coisas com a gente que só o tempo faz… Nos traz de volta sentimentos que ocultos e sepultos aqui dentro adormeciam a dor de acordar.

set 08

No teu caminho

No teu caminho me perco, no teu caminho me desfaço, no teu caminho descaminho, e me perco em teu regaço. No teu caminho desando, no teu caminho vacilo, no teu caminho fracasso no teu caminho me aninho. No teu caminho disfarço no teu caminho refaço no teu caminho o carinho que me prende em teu …

Continue lendo »

set 07

Na paz.

Na paz de Teu coração, na paz do Teu olhar, na paz do Teu falar na paz do Teu perdão. Na Tua paz eu silencio, na Tua paz eu aprecio a Tua imensa presença de paz. E me aquieto em Ti me sustento por fora e por dentro, na paz de Teu advento e na paz do …

Continue lendo »

set 07

Sem ensaio.

Tem coisas que ensaiamos para podermos fazer bonito, fazer correto, mas a vida nos apresenta coisas quase prontas, assim que fazemos parecia que sempre fora assim. Os sorrisos que inventamos estampam a nossa alma, o nosso jeito, o nosso astral. E de sorrisos é que o mundo carece, um sorriso é sempre um lugar que nos …

Continue lendo »

set 07

Assim foi.

Assim foi como tinha que ser, sabíamos desde o início que tudo seria rápido e eterno, fulgás, profundo e singelo, como as coisas do coração sempre são. E num castelo de cartas de amor, abrigamos nosso sonho e nossa dor. Foi assim como muitas coisas são, nada no amor é como uma receita de bolo, os …

Continue lendo »

set 07

Nas pontas dos dedos…

Nas pontas dos dedos todos os segredos de ver e de olhar no olhar e não ver no ouvir e não escutar no dizer e nada falar… Manhãs de quarta amoras e hortelãs meias medidas inteiras de flores e ninhos caídos, dos muros de nossos vizinhos e das cores que a noite não vê. Cada manhã …

Continue lendo »

Posts mais antigos «

» Posts mais novos