«

»

dez 29

Em cada borrão de tinta…

Em cada borrão de tinta,

em cada tonalidade de cor,

em cada rabisco de rima

em cada verso opressor,

descreverei de forma intensa,

toda minha recompensa,

em viver o teu amor.

De cada página vencida,

em cada página sofrida,

de vidas e reversos em dor,

de cada rima perdida,

em complexos versos de amor.

 

 

Deixe uma resposta