«

»

mar 21

Na luz do teu olhar

E caminhava meu caminho,

triste calado e sozinho,

olhando eterno o meu chão,

em sombras imensas,

de espessas e densas,

nuvens de solidão.

Caminhava meu caminho,

e um sol se fez então,

olhei para o céu do teu olhar,

e vi estrelas na imensidão,

vi teu sorriso a brilhar

vi meu caminho iluminar

dissipando as brumas do meu coração.

Cada passo que eu dava,

era você quem segurava,

as minhas ressequidas mãos.

E o dia se fez canto,

e a noite se fez brilhar,

tudo então puro encanto,

nascido da luz do teu olhar.

 

Deixe uma resposta