«

»

jul 08

Um só coração

Há um mar de saudade,

e um mar de vontade,

sempre de te abraçar.

Há um mar de verdade,

um mar de simplicidade,

um mar de querer te amar.

Há um pranto bendito,

um sentimento bonito,

quando você está distante.

Há um abismo infinito,

um cochicho mau dito,

de um tormento constante.

Há uma solidão infinita,

uma saudade bonita,

quando você não está…

Tudo que sinto é tristeza,

tudo que faço é poesia,

pra quando você chegar…

Então me atirarei nos braços teus,

e você de novo nos braços meus,

e nunca mais nos soltaremos,

de nosso abraço mais apertado,

um abraço de namorado,

e de dois corações um só teremos.

 

Deixe uma resposta