«

»

set 04

Garoa

Na goroa em que andei

muito de ti pensei

em cada gota pequena que caia

um doce poema eu tecia

e como chuva fina

que molha constante

a cada novo instante

eu me via sem você

e cada diminuta

gota pequena e curta

que caia sobre mim

era como se a noite molhasse

o nosso doce enlace

com pétalas de jasmim.

Deixe uma resposta