«

»

mar 16

De névoa e neblina

A água e o fogo se amaram em exaustão,

derramaram-se nas sargetas da extinta solidão,

enlaçaram-se num abraço mortal,

água e fogo se armaram em um só vendaval.

E cada um em sufixos de frio e calor,

se doaram total e completamente em torrente de amor.

Água e fogo em cópula divina,

se acabaram em mil vapores,

orgasmos de névoa e neblina,

amores, amores, amores.

 

 

Deixe uma resposta