«

»

maio 17

Sem ti

Te agarras em esperanças de maio,

eu sem ti me distraio,

em poemas de flor e fantasia.

Cada poema perdido

um reverso esquecido

de um amor que não se deu.

Em noites frias de maio,

sem ti me distraio,

sem ti estou eu.

Deixe uma resposta