«

»

jun 09

Dá-me de beber

Dá-me de beber…

minha maior sede

é a sede de viver.

Tenho sede de ti

e sede de teu olhar

e a maior sede que tenho,

é a sede de esperar.

Espero que ainda caia,

a última gota

da última boca,

no último pingo de esperança.

Na última lágrima amiga,

na última gota de infância,

na última esquina perdida,

onde mora a última criança.

 

Deixe uma resposta