«

»

set 03

Amy novamente

 

249381_480674381967045_348168401_n

Escrevo repleto de vazios,

meu peito carrega apenas os ecos do meu passado…

a coriza agoniza meu inspirar.

A chuva fina lá fora me convida para o nada,

e as canções me torturam com uma saudade infinita…

Amy me envolve como nunca antes,

me retorço buscando quem afinal?

E o primeiro poema de setembro não me consola.

Deixe uma resposta