Arquivo por mês: abril 2014

abr 25

Fino trato.

Reflexo reflito repito repenso reajo refaço repasso reparo reato. Adéquo adapto adágio andrajo androide amásio assisto assalto asso. Passo penso faço, poemas de palavras que falo, que dito que maldigo que maltrato. Palavras de grosso calibre e palavras de fino trato.  

abr 25

Outono é tempo

Outono e desfio o eterno fio do tempo. Ele o tempo eterna ilusão, dá-me tempo necessário para que eu possa esperar, pelo tempo que há de vir pelo tempo que já está, pelo tempo que ainda existir para que eu possa assim perpetuar a saudade do tempo que já se foi e da esperança do …

Continue lendo »

abr 18

Aquelas canções

Tudo o que sempre quisemos era poder tomar o próprio caminho sem destino algum só queríamos poder ouvir as mesmas canções que nos fecundaram o coração e tudo era tão lindo e mais linda a nossa solidão. Éramos sempre e sempre quiséramos assim, e tudo o que importava era ouvir as canções que nos fecundaram …

Continue lendo »

abr 18

Noites iguais

Na tua pele eu posso adormecer em noites iguais no último equinócio, do último outono. Olhei as noites frias, caminhei por tuas trilhas, naveguei no íntimo do teu mar, tudo me fez voltar ao último cálice do nosso amor.