Arquivo por mês: agosto 2014

ago 24

A última hora

paz1

O poema é novo, mais o preto é véio, pras mãos deste novo povo coração do mundo e pátria do Evangéio. Onde os saci caminham nas mata os pássaru também  do céu faiz enorme serenata, meior que quarqué menestrel. O índio e o caboco e a preta véia que fugiu nos braços da boa morte, …

Continue lendo »

ago 19

Silenciar

10509765_902167896464796_5166040928608554268_n

  Há que se calar a voz, há que se manter a calma, posto que o silêncio, é a voz da própria alma. Há que se calar o clamor, e fazer gritar o olhar, há que se bater tambor, e o coração ressoar. Há que se sussurrar, versos de intenso amor, ao ouvido de quem …

Continue lendo »

ago 17

O estranho

129980880102

Há um estranho em mim, ele que me corteja, as vezes tudo deseja sem medir nem pedir. O estranho a quem ouço tanto é-me tamanho em dor e desencanto quando tudo termina ele adormece e me nina as dores que trago no peito. Tudo nele é tão agourento trás-me sonhos e aflições o estranho que …

Continue lendo »

ago 12

Hiato

grito-do-silencio

Toma meu peito em flor, e em cada pétala, uma traição do teu amor, em cada arfar um decantar da dor que você me deu, de cada batida do peito uma esperança que você vendeu. Em cada poro de minha pele uma praga e um venenoso germe da tua adiantada putrefação, de cada abraço interrompido, …

Continue lendo »

ago 12

Enquanto você sorria

10569098_839233242754669_7829503843585823204_n

Enquanto você sorria, eu mendigava o teu amor, eu caminhava pelos descaminhos da minha própria dor. Eu me abstraia, do sonho que você me vendeu, enquanto você sorria, o teu amor me morreu. Enquanto você sorria, o meu mundo era ilusão, as minhas andanças vadias, se perderam na tua devassidão. Cada vez que tu sorrias, …

Continue lendo »

ago 07

Um beijo, um abraço e um aperto de mão.

1653280_827726827261375_2973449528857470745_n

Quando você o céu olhar e ver estrelas reluzentes, lembra das crianças a chorar por você estar ausente. Cada estrela que brilha é uma lágrima a rolar, dos olhos das meninas que estão a te esperar. Não abandone as crianças pois delas tu dependerás na tua velhice a lembrança de milhões de estrelas a brilhar. …

Continue lendo »

ago 07

A flor de Rosa

10377986_885648384783414_1894220005257101978_n

Rosas são flores, rosa feito flor. feito tulipa, feito orquídea, feito perfeito amor. Rosas são flores, feito a flor-da-redenção, feito margarida, feito flor-de-paixão. Rosas são flores, feito flor-da-Imperatriz, feito flor-do-Imperador, feito flor-de-lis. Flor-de-Maio, flor-de-Abril, adálias, camélias, flor-da-noite, girassol que se abriu. Rosas são flores, Rosa é flor feito flor sem defeito feito o amor feito …

Continue lendo »

ago 07

O vento

UMA-IMAGEM-UMA-QUADRA-7

O vento tanto faz, leva mortas folhas, e das flores o perfume traz. Canta na vidraça, quando na tua janela, ele que não espera, por entre as frestas passa. E no teu quarto feito brisa, rouba-te o perfume, as maçãs de tua face ele alisa, sustenta em si o vaga-lume. Volta pela janela, e vai-se …

Continue lendo »

ago 07

Amor sublime.

foto Lauren Fleishman

  Queria que soubesse que jamais vou esquecer que sois como a noite que amanhece deixando o Sol aparecer. Que sois como o fruto que abriga, a semente em seu interior. O início de uma nova vida num sacrifício de amor. Queria que soubesse que para mim você representa o calor que me aquece e …

Continue lendo »