«

»

ago 19

Silenciar

 

10509765_902167896464796_5166040928608554268_n

Há que se calar a voz,

há que se manter a calma,

posto que o silêncio,

é a voz da própria alma.

Há que se calar o clamor,

e fazer gritar o olhar,

há que se bater tambor,

e o coração ressoar.

Há que se sussurrar,

versos de intenso amor,

ao ouvido de quem a se amar,

e ao peito que se dispor.

Há que silenciar,

e da flor ouvir a  canção,

do espinho mudo a cantar,

o tamanho da solidão,

e do espinho filho da flor,

o verso tão bonito,

o verso de amor secreto,

o verso de amor bendito.

 

 

 

Deixe uma resposta