«

»

set 12

Carne

get_imgDa semente do teu amor

fiz-me pecado mortal

deitei-me assim ao seu sabor,

no fundo do seu quintal.

Fiz-me prematuro

amor sempre teu

fiz-me em universo

em que você se perdeu.

Perdi-me na tua vida

traí-me com tua jura

fiz-me aberta ferida,

morri na tua carne crua.

 

 

 

 

Deixe uma resposta