«

»

out 29

Derradeira porta

10309484_491783400924614_6721799162736049504_n

Tive o teu peito como meu túmulo,

nele eu sem jeito

me fiz desfeito

em tons de tristeza e orgulho.

Tropecei na vaidade tanta,

que dela fiz um eterno mantra

me achando o último czar,

mal o sonho se desfez

e dele desperto pela última vez

acordei

no caminho da derrota

fiz do teu olhar

a minha derradeira

porta

que para sempre se fechou .

 

Deixe uma resposta