Arquivo por mês: fevereiro 2015

fev 25

O trem

by Rafael Kos

O trem que busco entrar sairá da última estação na última composição e eu no último lugar.   O trem que busco agora terá como último destino o céu mais que vespertino da minha última aurora.   O trem que busco entrar se chamará saudade do amor que veio tarde na  estação do teu olhar.  …

Continue lendo »

fev 24

Escolhas

by Steve McCurry

Tenho aqui o meu único amor do amor que do teu amor restou, trago aqui o meu interior a placenta adquirida do meu ventre a minha própria vida do escarro do teu amor.   Trago aqui a minha vida duplicada e complicada apaixonada e rediviva.   Tenho aqui o meu único amor, do conforto que …

Continue lendo »

fev 24

Luz do teu sorriso

vittori buzzi

Na luz do teu sorriso eu me guio eu me curvo me auxilio me descubro me desvio me construo. Na luz do teu sorriso eu me abstraio me desintegro me realizo eu mimetizo me escondo me ouço me invento de um jeito tamanho que o teu sorriso tão estranho faz-se na única luz que eu …

Continue lendo »

fev 14

Cada vez

Cada vez que eu te olho escondendo o meu próprio olhar revejo na minha memória tantas coisas a saudar a falta que sinto hoje e que ontem eu ansiava sentir traduz o espelho do espelho que está a me mostrar. Jamais poderia eu ser feliz minha sina a infelicidade minha trilha a tua eterna saudade …

Continue lendo »

fev 13

Saravá

Johan Gerrits

Saia prá lá com teu pré conceito, deixa o meu lado preto iluminar a tua agonia ainda escravista, caminho na luz dos olhos meus ancestrais jongos e plebeus e minha negritude é o meu jeito de viver a cor da minha pele a cor do meu cerne é a cor da absorvição  absorvo a luz …

Continue lendo »