Arquivo por mês: dezembro 2015

dez 07

Da minha vida

O amor da minha vida, no calor da despedida do ultimo sorriso vazio de cada beijo não dado de cada sorriso calado de cada abraço abrido.   O amor da minha vida da vida não havida e da flor não colhida do olhar ainda perdido de cada manhã não dormida.   O amor da minha …

Continue lendo »

dez 07

Tarde

Refaço do eu o barro ateu que não pode crer no teu amor refaço tardia a mente que de ausente  se fez em não ser o eu descrente em nosso renascer.   Amasso a terra batida da tua eterna ida sem nenhuma volta mas o que importa se teus cabelos doces anelos revoltos em cada …

Continue lendo »