Arquivo por mês: fevereiro 2016

fev 26

Pura

by Shannon Taggart

A transparência inumana imunda que abunda a sanha de parte eleita por quem? A elite tão branca tão polida tão santa? Haveremos de ser a raça una e única vestida na túnica dos vira-latas a raça mais que inata mais puta do que santa e tão morena e tanta que a morenidade será nosso céu.

fev 26

Alvoroço

Leesombutwattana Theamsak

  Varro o meu passado como pesado fardo de um tempo sem existir Lavo o barro dos meus pés a te perseguir Lamento o tempo perdido o sal insosso a te pedir o alvoroço do nosso amor no tempo e no vento da flor que deixou de existir.

fev 21

Tempo mudo

wrinkled_faces_part_640_03

O tempo, sem ele nada muda, a muda face da lua, da flor que ainda é germe na semente e na epiderme da face totalmente obscura da lua e da juta que te veste. O tempo sem ele não mudo o imundo termo do meu ser sem ele o tempo sou mudo e nada tenho …

Continue lendo »

fev 18

Vaso

IMG_1277

Da minha vida que está na tua vida como estrela decaída do alto céu maior que na terra empobrecida na tua vida se reviva. Como encanto de serpente como intragável fel como benzina incandescente como escarro em papel.

fev 18

Te esquecer

10408980_688866214500582_399877276453759585_n

Queria te esquecer mas você sempre esteve lá cada caminho que eu bebia de você não me esquecia nem queria mais tentar. E caminhavas dentre a multidão meus olhos a olhavam como quem via solidão, cada passo mal dado cada olhar desenganado cada lágrima vertida inundando o resto de nossa vida.