Arquivo por mês: abril 2016

abr 26

Sepultura

A homeless man sleeps on the pavement on the first cold weather weekend in Paris November 20, 2005. REUTERS/Franck Prevel

Adormeço de mim mesmo na rua e a esmo faço do mundo o meu leito cada noite um céu mais florido um sono mal dormido de quem trás em si mesmo a solidão Tive o teu amor corrompido do lar me fiz ferido da tua presença esquecido Fiz das sombras a minha cobertura e a …

Continue lendo »

abr 26

Da rua

3d-wallpaper-hd-125

Senti o fel do teu amargor, e vivendo na rua ou onde for, me desfiz de você, nas ruas cinzentas entre as aves agourentas, vivo cada dia o meu martírio o meu antivírus vivo na rua nua dura e crua uma sensação melhor do que estar sem você. Me abandonei ao meu vício ao meu …

Continue lendo »

abr 13

Depois da chuva

O tempo nos passou generoso, as marcas em teu rosto e as do meu traduzem tudo o que não aconteceu Uma paixão avassaladora que assim como iniciou terminou e dando-se nunca se deu Era noite de terça e a chuva caia gigantesca e você se foi como um sonho por entre a chuva Depois disso …

Continue lendo »