Arquivo por mês: maio 2016

maio 16

Esquecimento

Não haverá perdão para o mal que eu te fiz e o amor que eu não te quis Não haverá o esquecimento do que eu ainda sinto cá dentro saudade maldade e tormento Não me haverá paz somente a lápide onde jaz o teu esquecimento Não haverá o retorno somente o desconforto no meu peito fugaz …

Continue lendo »

maio 11

Mísera

A perplexidade de ouvir o inaudito discurso maldito de quem se pôs à venda Essa miséria humana inumana em seu teor em que tudo que poe a sua flama celebras o seu desamor Vivemos hoje tempos dos distintos instintos de que mal saímos do animal em que nos vestimos Esses senhores doutores dilapidam de forma …

Continue lendo »

maio 02

Corrompido

intolerancia2

O peito foi rompido corrompido do amor diz traído O peito inteiro secou não mais alimenta só a dor aumenta a saudade que ficou O peito falho caixa de espantalho onde tudo é vazio Trago a tralha maldita a peçonha inaudita quando você me traiu Trago a ti a dor que eu senti quando o …

Continue lendo »